Vale Esclarece

A Vale apoia as ações da Samarco desde o primeiro dia do acidente

Comunicados

< Voltar
Compartilhar: Whatsapp

13/11/2015

Vale comprou 14,5 milhões de litros de água mineral para Governador Valadares, Colatina e Baixo Guandu

A Vale comprou 14,5 milhões de litros de água mineral para atender a população dos municípios afetados pela contaminação do Rio Doce, em decorrência do acidente das barragens da Samarco, em Mariana, no último dia 5. Desse total, 10,187 milhões serão entregues em Governador Valadares e o restante para Baixo Guandu e Colatina. A quantidade comprada assegura o consumo de mais de 3 litros de água por habitante por dia durante 12 dias. A Vale está adquirindo este volume de sete fornecedores em três estados e a água será transportada para os três municípios por rodovia e também pela Estrada de Ferro Vitória a Minas. Esta iniciativa da Vale complementa os esforços da Samarco para garantir fornecimento suficiente à população local afetada.

A distribuição será realizada pelos órgãos governamentais de cada município, até que o abastecimento das cidades seja restabelecido. Os primeiros trens trazendo a água mineral também já foram entregues na cidade. No total, foram 20 mil litros de água mineral em galões, de cinco e de 20 litros, que já chegaram na cidade. Ainda hoje, mais 31 mil litros de água mineral chegam ao local.

Além da água mineral, já foram disponibilizados quatro vagões-tanque com 240 mil litros de água para consumo humano, vindos de Ipatinga, a 120 quilômetros de Valadares, para ajudar no abastecimento da cidade. Esta iniciativa faz parte de uma série de ações emergenciais que vêm sendo adotadas pela empresa para apoiar a Samarco no esforço de garantir o abastecimento de água nos municípios do Vale do Rio Doce.

“Nossas equipes estão totalmente mobilizadas e solidárias para apoiar a comunidade e a Samarco em todos os momentos. A prioridade é deixar nossa ferrovia e logística inteiramente à disposição nesse esforço conjunto”, diz Henrique Lobo, relações institucionais da Vale. Para o diretor de Projetos e Ecoeficiência da Samarco, Maury Souza Júnior, a empresa jamais vai se omitir na sua obrigação de prestar toda a assistência às comunidades afetadas. “Estamos praticando tudo, absolutamente tudo, que está ao nosso alcance em relação a direitos humanos para que as pessoas afetadas sejam assistidas”, ressalta.

A Vale contribuirá, enquanto for necessário, com o transporte de água em apoio aos órgãos públicos competentes, que estão responsáveis pela distribuição do material por município. A empresa também está prestando apoio à prefeitura de Governador Valadares e à Samarco com a liberação de área de sua faixa de domínio para a construção de uma nova adutora que vai levar água à comunidade.

Compartilhar: Whatsapp